23

A luta continua!

Muita coisa melhorou na Caixa ao longo dos anos. Mas as condições de trabalho ainda estão longe das ideais. Quanto mais a categoria e as entidades representativas estiverem unidas e fortes, mais facilmente serão atendidas as reivindicações dos trabalhadores. Por isso, a luta não pode parar!

22

Legado importante

A greve histórica de 30 de outubro de 1985 deixou um legado muito importante para os empregados da Caixa Econômica Federal: a certeza de que apenas com luta e mobilização serão conquistados os avanços necessários.

21

Sanção presidencial

A lei que garantiu a jornada de seis horas para os empregados da Caixa foi sancionada em 17 de dezembro de 1985, pelo presidente José Sarney. No dia seguinte, no Diário Oficial da União, também foi assegurado à categoria o direito à sindicalização.

20

Projeto aprovado

O projeto de lei que estabelecia a jornada de seis horas diárias foi aprovado na Câmara dos Deputados no dia 28 de novembro. No mês seguinte, a proposta também passou pelo Senado Federal.

18

Regime de Urgência

E foi nesta mesma data, 4 de novembro de 1985, que o deputado federal Pimenta da Veiga deu OK ao regime de urgência ao projeto das seis horas.

19

Negociações abertas

Como sempre, a luta valeu a pena. O movimento foi vitorioso, e já a partir da paralisação de 24 horas foram abertas negociações que culminaram na aprovação dos dois projetos: jornada de 6 horas, implementada a partir de 1987, e sindicalização.

17

Caravanas em Brasília

A pressão não cessou! No dia 4 de novembro, caravanas de empregados da Caixa ocuparam Brasília (DF) para exigir a redução da jornada de trabalho e a equiparação com os demais bancários do país.

16

Coro Brasil afora

Apesar da pressão e das ameaças feitas pela direção da Caixa, os empregados resistiram. E a greve de 30 de outubro foi mantida, mostrando a força e a unidade da categoria. Um coro ecoou país afora: “de norte a sul, o Brasil aqui está. Se não vierem as seis horas, a Caixa vai parar!”.

15

Greve aprovada

Foi no 1º Conecef que mais de 500 pessoas aprovaram a data de 30 de outubro para a greve de 24 horas em todo o país. E também uma paralisação por tempo indeterminado a partir de 6 de novembro.

14

Primeiro Conecef

Organizada em comissões estaduais, a categoria realizou, nos dias 19 e 20 de outubro, em Brasília (DF), o 1º Congresso Nacional dos Empregados da Caixa Econômica Federal (Conecef).